Topo da página

Pesquisa

Conteúdo do site

Coluna esquerda

Coluna do centro

Funceme participa de Conferência em Brasília sobre recuperação de áreas degradadas

 Margareth Benício, Heitor Matallo (chefe do gabinete do MMA), ministro Edson Duarte e Manuel Freitas na Conferência (FOTO: Reprodução)
 

Pesquisadores da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) participaram, nos dias 26 e 27 de novembro, da Conferência de Neutralidade da Degradação da Terra: Estratégias, Resultados e Perspectiva, realizada em Brasília.

 

Promovido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e a Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (UNCCD), o evento teve por objetivo incentivar o desenvolvimento rural sustentável e a adaptação de atividades agrícolas à mudança do clima no semiárido brasileiro por meio da estratégia de Unidades de Recuperação de Áreas Degradadas e Redução da Vulnerabilidade Climática (Urad).

 

Atualmente, somente os estados de Sergipe, Piauí e do Maranhão possuem a experiência, porém, o Ceará, com o apoio da Funceme, deverá, em 2019, ter sua primeira Urad. “A Conferência foi de extrema importância para as discussões relativas à questão ambiental, principalmente sobre a recuperação de áreas degradadas. Esperamos que, até o próximo ano, o Estado inicie a instalação de sua primeira Urad, pois o projeto já foi apresentado ao Governo Federal”, comenta a supervisora do Núcleo de Recursos Hídricos e Meio Ambiente, Margareth Benício.

 

Conforme o projeto inicial do órgão estadual, a 1ª Unidade de Recuperação terá cerca de 10 hectares (100.000 m²) e será instalada no município de Jaguaretama. O processo aguarda licitação. “Após as primeiras instalações, nós (técnico da Funceme) seremos responsáveis pela seleção dos locais assistidos e pelo acompanhamento de todo o processo envolvendo as Unidades de Recuperação de Área Degradadas”, complementa Benício.

 

 Recuperação de nascentes ajuda a recuperar solos (FOTO: Paulo de Araújo/MMA)
 
 

Com expertise da área de solos, a Funceme ainda vai contribuir com a validação do processo de geração de dados relativos ao estoque de carbono no solo a partir de imagens de satélite, disponibilizando informações coletadas em campo relativas ao levantamento de solos que a Funceme encontra-se realizando. Estes dados serão disponibilizados através de uma plataforma que encontra-se sendo desenvolvida para os sistemas IOS e Android intitulada de MapBiomas Árida.

 

“A ferramenta, que irá utilizar um banco de dados de imagens dos satélites LANDSAT e Sentinel 2 dos últimos 30 anos, além de diversos mapas temáticos, irá identificar áreas em processo de degradação que podem receber as Urads. Ela está em processo de formatação e vai contar com informações de todo o Semiárido brasileiro. Ela tem como referência o projeto MapBiomas, plataforma que disponibiliza via WEB um mapeamento anual da cobertura e uso do solo de todo o território brasileiro referente ao período de 1985 a 2017 ", explica o pesquisador da Funceme Manuel Rodrigues de Freitas Filho, que também esteve presente na Conferência em Brasília.

 

Até o momento, o Ceará, por meio da Funceme, foi o único estado a enviar informações detalhadas sobre os solos para compor o MapBiomas Árida. Além das particularidades do território cearense, o detalhamento mostra os níveis de carbono orgânico no solo, que é essencial para o plantio de culturas.

 

As áreas escolhidas para implementação das Urads seguem parâmetros que vão além das questões ambientais. Conforme Rodrigues,, o Governo Federal leva em conta questões sociais. “No processo de recuperação de uma área degradada, é muito importante pensar também na convivência da população local com aquele território. Com a instalação de uma Urad, os moradores dos assentamentos escolhidos também têm acesso a fogões ecológicos - que usam menos lenha - e banheiros”, explica o técnico da Fundação.

 

Com a instalação da experiência, os moradores também passam a ser responsáveis pela preservação do local. Eles recebem instrução técnica e, após nove meses, os primeiros resultados são avaliados pelas instituições responsáveis pelo processo.

 

Com informações do MMA

 

Atendimento à Imprensa

Felipe Lima
Contato: (85) 3101.1099 / (85) 9 8727.1557 / (85) 9 8814.4194
E-mail:      O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Coluna direita

Previsão para Fortaleza

 ◄◄  ◄  ►►  ► 
DEZEMBRO 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
Voltar ao topo da página

Rodapé da página

Avenida Rui Barbosa, 1246, Aldeota - Fortaleza/CE - CEP.: 60.115-221

Fone: (85) 3101.1088 - Fax: (85) 3101.1093 - Email: funceme@funceme.br

Copyright © 2014 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados