Ceará volta a registrar chuvas de mais de 100 milímetros

22 de maio de 2019 # # # #

Precipitações foram registradas em todas as macorregiões entre terça e quarta-feira (FOTO: Pedro Nascimento)

Precipitações foram registradas em todas as macrorregiões entre terça e quarta-feira (FOTO: Pedro Nascimento)

O Ceará voltou a registrar acumulados de chuva de mais de 100 milímetros, após cerca de 1 mês. No intervalo entre as 7h desta terça (21) e as 7h desta quarta-feira (22), as maiores precipitações aconteceram em Morada Nova (120 mm), Fortim (117 mm) e Pacatuba (111,2 mm), segundo dados ainda parciais da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

A última chuva com mais de 100 milímetros havia sido registrada entre os dias 20 e 21 de abril, com 118 mm, em Iracema. Além dos acumulados mais expressivos das últimas 24 horas, o Ceará apresentou precipitações em, pelo menos, 133 municípios, sendo eles distribuídos todas as macrorregiões.

Em Fortaleza, pelo menos três dos quatro postos pluviométricos convencionais apresentaram acumulados. O maior deles foi no Castelão, com 91,2 mm. No Pici, foi de 84,6 mm e, na Água Fria, 53,6 mm. As informações do posto da Messejana ainda não foram repassadas e serão atualizadas até o fim do dia.

Balanço da quadra

As chuvas observadas até este momento, no Ceará como um todo, estão em torno da média, que é de 600,7 milímetros. O intervalo considerado vai de 505,6 a 695,8 mm e, atualmente, está em 674 mm.

Quanto às macrorregiões, os litorais de Fortaleza, Norte e Pecém apresentam os melhores resultados neste período de cerca de quatro meses. Os dados são parciais.