Áreas com seca moderada crescem no Ceará, aponta Monitor

19 de julho de 2021 # # #

Mapa mais recente do Monitor de Secas

Mapa mais recente do Monitor de Secas

Áreas com seca moderada tiveram aumento no Ceará no comparativo entre maio e junho, conforme o mapa mais recente do Monitor de Secas. No período anterior, o Estado apresentava 52,25% do seu território com o nível citado, já no último mês, fechou em 58,77%.

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), entre outros fatores, a variação absoluta de 6,52% se deu pelo período de escassez de chuvas, que é comum nesta época do ano no Ceará. Na região Nordeste como um todo, em decorrência de precipitações abaixo da média, houve agravamento dos níveis nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba.

No Ceará, houve avanço da seca moderada no sul e no litoral, devido à piora nos indicadores. Os impactos, conforme ainda a ferramenta de monitoramento, são de curto prazo no noroeste do estado e de curto e longo prazo nas demais áreas. No atual contexto, são esperados déficits hídricos prolongados, pastagens ou culturas não completamente recuperadas, além de reservatórios ou poços com níveis baixos.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o Ceará apresentava cenário menos grave, já que possui apenas 20,84% do seu território com seca fraca, ou seja, 79,16% sem seca relativa. Na ocasião, as chuvas mais volumosas durante o primeiro semestre colaboraram para tais condições hídricas.